Revista APAT – Ferramentas para a transformação digital na logística

Revista APAT 123

Na edição 123 da Revista APAT, Rui Barros da MITMYNID fala sobre as ferramentas para a transformação digital na logística e sobre as iniciativas europeias e internacionais que contribuem para esta transformação. Projetos apoiados pelo programa Portugal 2020 estão a acompanhar e a contribuir para esta transformação.

Enquadramento legal na Europa

A União Europeia tem vindo a desenvolver esforços para criar um enquadramento regulamentar para a informação e os documentos digitais do transporte de mercadorias como iniciativa chave para melhorar a competitividade do transporte, da economia e do funcionamento do mercado interno europeu. A inexistência de um enquadramento legal uniforme na UE que fomente a aceitação de informação e documentos digitais do transporte de mercadorias, bem como a existência de um ambiente tecnológico pouco sofisticado e muito fragmentado impede a simplificação e a comunicação ágil entre os intervenientes da logística (clientes, fornecedores e autoridades).

A Comissão Europeia, através do Connecting Europe Facility (CEF) / Mecanismo Interligar a Europa (MIE) disponibiliza especificações, software e serviços que facilitam a adoção de práticas e tecnologias avançadas para os mais diversos domínios.

Projetos nacionais que contribuem para a transformação digital

Através do projeto GLSincro, cofinanciado pelo NORTE2020, Portugal2020 e FEDER, a empresa adotou uma dessas especificações e software aberto da UE para desenvolver o software BIZHUBS que facilita a interoperabilidade entre os sistemas das empresas. É suportado por standards e normas abertos e permite criar ambientes de colaboração baseados em processos de negócio que envolvem várias empresas e/ou autoridades. Por exemplo, troca de informação e documentos entre operadores logísticos, com clientes da logística e com Portos e Alfândegas.

Ver a Revista 123 da APAT